quinta-feira, 29 de março de 2012

No Recife Antigo


Foto de Alexandre Gondim

NO RECIFE ANTIGO

Clóvis Campêlo

Em pleno Recife Antigo,
cheio de tempo e idade,
despiu-se o poeta amigo
mostrando sua sujidade

e ainda pleno de vida,
cantava canção contida.

Desculpou-se alegre e embora
rumasse para o futuro,
esperava a toda hora

o grande salto no escuro
que se anunciava agora.

Recife, 2006


2 comentários:

pernambuco disse...

Belo!

Nelly Carvalho disse...

Ótimo. Adorei o ritmo e as rimas.